O que é um seguro de vida e como fazer?

O seguro de vida é um produto para pessoas que querem oferecer maior segurança às suas famílias para uma eventualidade, ou seja, para o caso de morte inesperada. Ao oferecer uma segurança aos entes queridos, você gera uma tranquilidade maior para si.

Meu objetivo é falar um pouco mais a esse respeito, mostrando vantagens e desvantagens do seguro de vida, apontando alguns dos maiores desafios desse tipo de produto e ainda mostrando quais são as questões que precisam ser levadas em consideração quando falamos desses produtos financeiros.

Como funciona um seguro de vida?

O seguro de vida é um tipo de contrato que você paga mensalmente para, na eventualidade do seu falecimento, os beneficiários do seguro recebem uma soma pela sua morte. É importante verificar, especialmente se você for o único provedor, é também fazer um seguro funerário, para que essas despesas não se tornem um problema para a sua família.

Ao fazer um seguro de vida existem alguns detalhes  que são extremamente importantes e com os quais você precisa ficar atento esses detalhes são:

Carência: a carência é uma quantidade de tempo (mensalidades que precisam ser pagas) antes das garantias seguro começarem a ter efeito. Ou seja, se algo ocorrer com a pessoa antes da finalização carência, esse contrato não será pago.

Coberturas: as coberturas de um contrato de seguro de vida são extremamente específicas, portanto se você não prestar atenção pode acabar com um contrato de seguro de vida que só vai ter efeito falecimentos extremamente específicos o que não é o ideal para a sua família.

Valor mensal: a mensalidade é outro valor que é interessante de conferir. Nem sempre o maior valor de mensalidade define um seguro melhor e mais completo, por isso é indispensável que você confira todos os detalhes do contrato e do que ele te oferece.

Valor do prêmio: valor pago aos beneficiários em caso de morte. Existem alguns seguros que também oferecem valores mensais para o caso de invalidez e similares. 

Outra questão é muito importante de ser colocada um seguro de vida, um resgate exatamente rápido vai fazer uma série de Investigações antes de liberar o prêmio.

Ou seja, é importantíssimo que você mantenha valores em outras fontes de renda ( uma excelente forma são os planos de aposentadoria complementar) conseguirem manter sem a sua ajuda enquanto o seguro não é pago.

Quais são os problemas que sua família pode ter para receber o seguro de vida?

Quando você está em processo de contratação de um seguro de vida, é possível que você enfrente dificuldades e problemas no momento de utilização, por falta de observação de algum detalhe do contrato. 

Nesse sentido, vou alertar você dos principais desafios e problemas mais comuns, que podem dificultar e até impossibilitar o resgate do seguro na eventual necessidade.

Não cobertura do risco: pode parecer exagero e até ridículo para quem olha de fora, mas os seguros funcionam assim: a quantidade de riscos pelos quais você está segurado fazem com que você tenha uma apólice de mensalidade maior.

Algumas pessoas, tentando manter seus seguros mais em conta, acabaram tirando quase todas as coberturas, mantendo as coberturas que elas consideram coerentes, mas acabam falecendo exatamente de uma das coberturas que retiraram para tirar 20, ou 30 reais da mensalidade do seguro. Cuidado com as coberturas que você escolher tirar.

Agravamento do risco: Se houve uma mudança no risco e não houve reajuste no seguro, existe uma chance de que o seguro não pague o prêmio. 

Doença preexistente: essa é uma das mais comuns de negativa de pagamento de seguro é por isso, e por inadimplência. É importantíssimo ter em mente que você precisa manter toda e qualquer doença pré-existente ainda mais sob cuidados, pois essa será a fraqueza do seu seguro.

Espero que esse conteúdo tenha trazido as informações que você precisa para contratar seu seguro de vida de forma otimizada!

Leia Também: