Como fazer seguro residencial: 4 dicas essenciais

Como fazer seguro residencial: 4 dicas essenciais. Ainda não conhece o seguro residencial e o que ele abrange? Hoje vamos te falar sobre a importância do seguro residencial.

O que é um seguro residencial?

Essa modalidade de seguro oferece proteção aos imóveis destinados à moradia, sejam eles permanentes ou de temporada.

Em alguns casos, esta proteção pode se referir tanto a estrutura física do imóvel como ao que está dentro dele.

Por sua amplitude de cobertura, o seguro residencial é considerado um seguro multirrisco, pois diversos seguros são reunidos em uma única apólice formada pelas coberturas escolhidas, de acordo com as necessidades do cliente.

Segundo a Federação Nacional de Seguros Gerais – FenSeg, a demanda por seguros residenciais vem crescendo com a mudança no perfil do brasileiro. Isso porque o custo x benefício de aderir à contratação do seguro moradia é bastante positiva em vários aspectos.

Além da tranquilidade financeira de não correr o risco de impactar repentinamente o orçamento por possíveis perdas e danos patrimoniais, também é possível usufruir de assistência 24 horas para os mais variados serviços de reparos domésticos.

O fato do seguro residencial ter um baixo custo em comparação com outros seguros é um dos pontos fortes desse serviço. Para compor o custo do seguro residencial são considerados vários fatores, como o tipo de imóvel e o número de coberturas.

No entanto, o gasto total não se compara com o valor desembolsado na contratação de um seguro de automóvel, por exemplo.

Em média, anualmente a apólice de um seguro residencial varia entre 0,2% e 0,6% do valor do imóvel.

Para você ter uma ideia, o custo do seguro de automóvel varia, em média, de 3% a 6% do preço do veículo.

Como fazer seguro residencial: 4 dicas essenciais

Com a contratação desse tipo de seguro, o cliente pode ter a sua residência protegida contra incêndio, vendaval, queda de raio, roubo, danos elétricos, desmoronamento e possíveis danos a terceiros, entre outros.

Além disso, há também a assistência emergencial para vários serviços, como encanador, desentupimento, chaveiro, eletricista e conserto de eletrodomésticos, entre outras alternativas.

Saiba agora as dicas de como fazer seguro residencial da forma mais segura e benéfica para você.

01. Conheça suas necessidades

O seguro residencial oferece diversas coberturas, justamente para atender as necessidades específicas de cada segurado. É possível personalizá-lo da forma que desejar.

Por exemplo, se a sua residência estiver localizada numa região onde houver rios, córregos e bueiros de concentração de esgoto, entre outras variáveis que envolvam o risco de ocorrer inundação ou alagamento, seria interessante contratar a cobertura de Alagamento e Inundação.

Essa é uma das diversas situações que precisam ser consideradas para ajudá-lo a escolher as coberturas mais adequadas para o seu imóvel.

02. Seguradora com experiência e credibilidade no mercado

Este é um fator de extrema importância. Ao escolher a seguradora, leve em consideração a sua posição no mercado, se é confiável e reconhecida.

Antes de solicitar uma cotação pesquise sobre a reputação da corretora, bem como o tempo em que atua no mercado, a solidez e estrutura que ela pode te oferecer.

03. Entenda a sua apólice de seguro

É fundamental ler a apólice do seguro cuidadosamente. Só assim você saberá exatamente o que está sendo contratado ao fazer seguro residencial.

Esse é o momento de solucionar todas as suas dúvidas e de entender tudo o que foi acordado com a seguradora. Conte com a importante ajuda do seu corretor de seguros para essa tarefa.

Fique atento aos dados contidos na apólice: dados cadastrais, dados do risco, relação das coberturas contratadas, valor das I.S (importâncias seguradas), franquias e/ou participações obrigatória do segurado, condições de pagamento e data de vigência.

04. Procure um corretor de confiança

Contratos de seguros costumam ser bastante complexos e pode ser que você fique um tanto perdido na hora de contratar seu seguro residencial.

Um bom corretor vai te ajudar a adequar a contratação do seguro da sua casa de acordo com suas principais necessidades.

Certifique-se de que o profissional escolhido é credenciado pela Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Leia Também: